Book

Livro

Martins, H. & Silva, M. (Eds.). (2020). Transformação digital, dimensões organizacionais e societais: cadernos de investigação da escola de verão do CEOS.PP. CEOS.PP, ISCAP, P.Porto. https://doi.org/10.26537/NE7D-VF69

Imagem da linha de investigação correspondente

Transformação Digital: Cadernos de Investigação

Martins, Helena (Editor) Porto Accounting and Business School of the Polytechnic of Porto, Portugal

Moreira da Silva, Manuel (Editor) Porto Accounting and Business School of the Polytechnic of Porto, Portugal

Keywords:

Palavras-chave:

CEOS, Escola de verão, Transformação digital

Date 2020


Abstract

Num contexto de forte complexidade e transformações digitais aceleradas e acentuadas, surgiu no ano de 2020 uma pandemia mundial que veio criar ainda mais desafios e também algumas oportunidades. A iniciativa da Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT) “Verão com Ciência” surgiu neste contexto, propondo-se apoiar a criação e desenvolvimento de Escolas de Verão nos Politécnicos e nas Universidades. A Escola de Verão em Transformação Digital – Dimensões Organizacionais e Societais (EV) foi desenvolvida pelo Centro de Estudos Organizacionais e Sociais do Politécnico do Porto (CEOS.PP) e surgiu em estreita articulação com os cursos de licenciatura, mestrado e de pós-graduação ministrados no ISCAP/P.PORTO sem se restringir a estes. A iniciativa foi promovida por um grupo de Investigadores sénior, enquadrando-se no âmbito da missão do CEOS.PP de promover a iniciação à investigação, de modo a propiciar maiores oportunidades de transferência de conhecimento científico para a sociedade portuguesa; a iniciativa vai também ao encontro do Horizonte Europa, o programa-quadro de investigação e inovação da União Europeia para o período de 2021-2027, mais especificamente o Pilar 2 – Global Challenges and European Industry Competivess, em particular as indicadas no cluster – Digital, Industry, and Space e no cluster - Culture, Creativity and Inclusive Society. O grande motor desta Escola de Verão foi o estímulo à investigação aplicada, em articulação e interação direta com as organizações que enfrentam desafios dos seus processos de trabalho e modelos de negócio no âmbito da transformação digital da sociedade, nomeadamente, numa realidade pós-COVID19. Assim, programa e atividades desenvolvidas procuraram focar investigação aplicada aos cada vez mais prementes desafios e oportunidades criados pelo processo de digitalização nas organizações e na sociedade, de forma a desenvolver soluções úteis à sociedade a curto prazo e competências em jovens investigadores que possam ser úteis à adaptação estrutural da economia portuguesa a médio e longo prazo, também numa realidade pós-COVID19. Os principais objetivos desta iniciativa consistiram em despertar o interesse pelo estudo dos problemas atuais e potenciais associados à transformação digital da sociedade, dotar os investigadores-júnior, participantes da EV, de conhecimentos inerentes à transformação digital e de metodologias e ferramentas práticas para o desenvolvimento de projetos de investigação aplicada e motivá-los a transferir os conhecimentos técnicocientíficos adquiridos para as organizações através do desenvolvimento de soluções de reconhecido valor acrescentado e a disseminar o conhecimento produzido para a sociedade. A EV começou com um primeiro momento de partilha de conhecimento de banda larga nas várias dimensões da transformação digital, de forma a possibilitar vários caminhos de investigação e de desenvolvimento de soluções aplicadas a projetos de índole mais variada, a desenvolver, depois, nos planos de formação. Os estudantes tiveram oportunidade de conhecer e interagir com projetos de investigação de diferentes grupos de investigação do CEOS.PP, de modo a criar eventuais oportunidades de enquadramento dos seus trabalhos em projetos de investigação mais amplos e multidisciplinares e a melhor conhecerem o funcionamento de uma comunidade científica. Os módulos de formação procuraram combinam diferentes abordagens científico-pedagógicas, trans e interdisciplinares oferecendo uma perspetiva rica e multidimensional quer sobre os objetos de estudo, quer sobre as diferentes metodologias de investigação. Assim, o plano de curso foi estruturado de modo a promover o desenvolvimento interativo das componentes da investigação nomeadamente (i) a conceção do problema de investigação; (ii) o posicionamento/articulação do estudo com o conhecimento atual; (iii) a reflexão sobre a metodologia de investigação mais adequada (iv) o manuseamento dos instrumentos de recolha e tratamento de dados; (v) a antecipação dos problemas, e respetivas estratégias de resposta, que possam surgir durante o processo de investigação (vi) a definição do contributo esperado, (vii) a capacitação para a disseminação de resultados. Finda a Escola de Verão, os estudantes produziram e publicaram diversos artigos, relatórios, teses de mestrado e outros documentos de base à reflexão e replicação de resultados, sem descurar a disseminação das soluções encontradas. Nesta publicação encontram-se a versões resumidas dos trabalhos desenvolvidos no âmbito da Escola de Verão e que agrupámos em diferentes tipos de contributos: para a aprendizagem do futuro, para a gestão de pessoas na era digital e para a gestão de negócios num mundo pós 4.ª revolução industrial. A Escola de Verão representou um esforço conjunto no sentido de uma missão eticamente e socialmente responsável, que visa estimular a contínua produção de conhecimento científico, de sensemaking e de pensamento crítico por parte das camadas mais jovens, que potenciará o seu contínuo desenvolvimento ao longo da vida, bem como uma maior sustentabilidade da divulgação e legitimação do pensamento científico em anos vindouros e consigo a produção de contributos sólidos e soluções válidas para os desafios enfrentados pelas organizações e as sociedades do futuro. Este esforço contou com o apoio da Direção do CEOS.PP e com a colaboração de uma equipa de Investigadores Sénior, fortemente empenhada na orientação científica e envolvida na transmissão e construção do conhecimento. A equipa de orientadores procurou dotar os/as estudantes não só de um saber fazer e saber estar/ser mas também de um gostar de fazer e um gostar de estar/ser, que incentive ao continuar do trajeto iniciado nesta Escola de Verão. Num mundo com mudanças cada vez mais frequentes e profundas, parece-nos evidente a importância crescente das competências, mas também dos princípios, valores e atitudes inerentes ao processo científico, que com este programa procuramos dotar os investigadores júnior: a busca pela verdade, o respeito pelos outros, a análise crítica de resultados e a co-construção e partilha de conhecimento com os seus pares e a comunidade em geral. No espírito do tema desta escola acreditamos que estes são princípios fundamentais para enfrentar com sucesso os desafios individuais, organizacionais e societais cada vez mais profundos que enfrentamos e que os trabalhos de seguida apresentados espelham.


Citation

Martins, H. & Silva, M. (Eds.). (2020). Transformação digital, dimensões organizacionais e societais: cadernos de investigação da escola de verão do CEOS.PP. CEOS.PP, ISCAP, P.Porto. https://doi.org/10.26537/NE7D-VF69

Transformação digital, dimensões organizacionais e societais: cadernos de investigação da
.pdf
Download PDF • 5.75MB

Data 2020


Resumo

Num contexto de forte complexidade e transformações digitais aceleradas e acentuadas, surgiu no ano de 2020 uma pandemia mundial que veio criar ainda mais desafios e também algumas oportunidades. A iniciativa da Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT) “Verão com Ciência” surgiu neste contexto, propondo-se apoiar a criação e desenvolvimento de Escolas de Verão nos Politécnicos e nas Universidades. A Escola de Verão em Transformação Digital – Dimensões Organizacionais e Societais (EV) foi desenvolvida pelo Centro de Estudos Organizacionais e Sociais do Politécnico do Porto (CEOS.PP) e surgiu em estreita articulação com os cursos de licenciatura, mestrado e de pós-graduação ministrados no ISCAP/P.PORTO sem se restringir a estes. A iniciativa foi promovida por um grupo de Investigadores sénior, enquadrando-se no âmbito da missão do CEOS.PP de promover a iniciação à investigação, de modo a propiciar maiores oportunidades de transferência de conhecimento científico para a sociedade portuguesa; a iniciativa vai também ao encontro do Horizonte Europa, o programa-quadro de investigação e inovação da União Europeia para o período de 2021-2027, mais especificamente o Pilar 2 – Global Challenges and European Industry Competivess, em particular as indicadas no cluster – Digital, Industry, and Space e no cluster - Culture, Creativity and Inclusive Society. O grande motor desta Escola de Verão foi o estímulo à investigação aplicada, em articulação e interação direta com as organizações que enfrentam desafios dos seus processos de trabalho e modelos de negócio no âmbito da transformação digital da sociedade, nomeadamente, numa realidade pós-COVID19. Assim, programa e atividades desenvolvidas procuraram focar investigação aplicada aos cada vez mais prementes desafios e oportunidades criados pelo processo de digitalização nas organizações e na sociedade, de forma a desenvolver soluções úteis à sociedade a curto prazo e competências em jovens investigadores que possam ser úteis à adaptação estrutural da economia portuguesa a médio e longo prazo, também numa realidade pós-COVID19. Os principais objetivos desta iniciativa consistiram em despertar o interesse pelo estudo dos problemas atuais e potenciais associados à transformação digital da sociedade, dotar os investigadores-júnior, participantes da EV, de conhecimentos inerentes à transformação digital e de metodologias e ferramentas práticas para o desenvolvimento de projetos de investigação aplicada e motivá-los a transferir os conhecimentos técnicocientíficos adquiridos para as organizações através do desenvolvimento de soluções de reconhecido valor acrescentado e a disseminar o conhecimento produzido para a sociedade. A EV começou com um primeiro momento de partilha de conhecimento de banda larga nas várias dimensões da transformação digital, de forma a possibilitar vários caminhos de investigação e de desenvolvimento de soluções aplicadas a projetos de índole mais variada, a desenvolver, depois, nos planos de formação. Os estudantes tiveram oportunidade de conhecer e interagir com projetos de investigação de diferentes grupos de investigação do CEOS.PP, de modo a criar eventuais oportunidades de enquadramento dos seus trabalhos em projetos de investigação mais amplos e multidisciplinares e a melhor conhecerem o funcionamento de uma comunidade científica. Os módulos de formação procuraram combinam diferentes abordagens científico-pedagógicas, trans e interdisciplinares oferecendo uma perspetiva rica e multidimensional quer sobre os objetos de estudo, quer sobre as diferentes metodologias de investigação. Assim, o plano de curso foi estruturado de modo a promover o desenvolvimento interativo das componentes da investigação nomeadamente (i) a conceção do problema de investigação; (ii) o posicionamento/articulação do estudo com o conhecimento atual; (iii) a reflexão sobre a metodologia de investigação mais adequada (iv) o manuseamento dos instrumentos de recolha e tratamento de dados; (v) a antecipação dos problemas, e respetivas estratégias de resposta, que possam surgir durante o processo de investigação (vi) a definição do contributo esperado, (vii) a capacitação para a disseminação de resultados. Finda a Escola de Verão, os estudantes produziram e publicaram diversos artigos, relatórios, teses de mestrado e outros documentos de base à reflexão e replicação de resultados, sem descurar a disseminação das soluções encontradas. Nesta publicação encontram-se a versões resumidas dos trabalhos desenvolvidos no âmbito da Escola de Verão e que agrupámos em diferentes tipos de contributos: para a aprendizagem do futuro, para a gestão de pessoas na era digital e para a gestão de negócios num mundo pós 4.ª revolução industrial. A Escola de Verão representou um esforço conjunto no sentido de uma missão eticamente e socialmente responsável, que visa estimular a contínua produção de conhecimento científico, de sensemaking e de pensamento crítico por parte das camadas mais jovens, que potenciará o seu contínuo desenvolvimento ao longo da vida, bem como uma maior sustentabilidade da divulgação e legitimação do pensamento científico em anos vindouros e consigo a produção de contributos sólidos e soluções válidas para os desafios enfrentados pelas organizações e as sociedades do futuro. Este esforço contou com o apoio da Direção do CEOS.PP e com a colaboração de uma equipa de Investigadores Sénior, fortemente empenhada na orientação científica e envolvida na transmissão e construção do conhecimento. A equipa de orientadores procurou dotar os/as estudantes não só de um saber fazer e saber estar/ser mas também de um gostar de fazer e um gostar de estar/ser, que incentive ao continuar do trajeto iniciado nesta Escola de Verão. Num mundo com mudanças cada vez mais frequentes e profundas, parece-nos evidente a importância crescente das competências, mas também dos princípios, valores e atitudes inerentes ao processo científico, que com este programa procuramos dotar os investigadores júnior: a busca pela verdade, o respeito pelos outros, a análise crítica de resultados e a co-construção e partilha de conhecimento com os seus pares e a comunidade em geral. No espírito do tema desta escola acreditamos que estes são princípios fundamentais para enfrentar com sucesso os desafios individuais, organizacionais e societais cada vez mais profundos que enfrentamos e que os trabalhos de seguida apresentados espelham.


Citação

Martins, H. & Silva, M. (Eds.). (2020). Transformação digital, dimensões organizacionais e societais: cadernos de investigação da escola de verão do CEOS.PP. CEOS.PP, ISCAP, P.Porto. https://doi.org/10.26537/NE7D-VF69

Transformação digital, dimensões organizacionais e societais_ cadernos de investigação da
.pdf
Download PDF • 5.75MB

REFERENCES

Ícone para fechar conteúdo adicional
Ícone para fechar conteúdo adicional

ISBN 978-989-97851-8-2

88x31.png

This is open access content distributed under the Creative Commons Attribution License which permits unrestricted use, distribution, and reproduction in any medium, provided the original work is properly cited.