top of page

Book

Livro

Meira, D. et al. (2023).Estudo sobre os impactos da pandemia nas Cooperativas de Solidariedade Social - Projeto COOPVID: Fase 2- Etapa 1 (1ª ed.). CEOS Edições: Matosinhos


Imagem da linha de investigação correspondente

O impacto da pandemia nas Cooperativas de Solidariedade Social e futuro pós-pandemia: Um estudo interdisciplinar | Projeto COOPVID/FASE 2 - ETAPA 2

Elaborado por: Equipa de projeto COOPVID

Coordenação da elaboração do Relatório: Conceição Castro, Ana Azevedo, Susana Bernardino, Mariana Curado Malta e Marlene Silva

Coordenação do Projeto COOPVID: Deolinda Meira


Equipa de projeto COOPVID

Agostinho Pinto, Ana Azevedo, Ana Cláudia Rodrigues, Ana Luísa Martinho, Ana Maria Bandeira, Ana Paula Rocha, Brízida Tomé, Bruno Coutinho, Cláudia Pinto, Deolinda Meira, Mafalda Gomes, Mariana Curado Malta, Conceição Castro, Marlene Silva, Paulo Vasconcelos, Sofia Antunes, Susana Bernardino, Tiago Fernandes.

Keywords:

Palavras-chave:

COVID-19, Social Economy, Social Solidarity Cooperatives, Impact of COVID-19, Legislation, Pandemic

COVID-19, Economia Social, Cooperativas de Solidariedade Social, Impacto da COVID-19, Legislação, Pandemia

Date 2023


Abstract

The COOPVID Project is a research project carried out by a group of researchers from the Centre for Organisational and Social Studies of the Polytechnic of Porto/ISCAP, in partnership with CONFECOOP and CIRIEC Portugal, which aims to study the impacts of the pandemic on the intervention strategy of Social Solidarity Cooperatives (SSC). SSC are entities that, through the cooperation and mutual help of their members, aim, in obedience to the cooperative principles and on a non-profit basis, to satisfy the respective social needs and their promotion and integration, namely in supporting vulnerable groups and socially disadvantaged families and communities or those in economic need. Taking into account the social nature of the activity developed, it becomes particularly important to understand the impact that the pandemic had on the functioning of these organisations and above all on the intervention strategy pursued.

Since its appearance and until mid 2022, the new virus has observed a different evolution over time, whether in terms of the number of new infections, the number of hospitalisations, the number of deaths following Covid-19, or changes at the level of existing restrictions and legislation in force. These different moments implied different needs for social organisations, both in terms of social intervention responses and in terms of development strategies pursued.

Thus, after carrying out the first investigations within the scope of the COOPVID project through, in a first stage of research, interviews with those responsible for the organisations and a first questionnaire survey, it would be important to complete the study through research that would enable analysis of the impacts of the pandemic on SSC in an already more advanced phase of the pandemic. As such, it was intended to have a more precise notion of the impacts that this had on the intervention strategies of SSC and on their capacity building for the future, through a second questionnaire survey. This document presents the analysis of the data obtained through the second questionnaire survey.


Citation

Meira, D. et al. (2023).Estudo sobre os impactos da pandemia nas Cooperativas de Solidariedade Social - Projeto COOPVID: Fase 2- Etapa 1 (1ª ed.). CEOS Edições: Matosinhos

Relatório_Projeto COOPVID_Fase 2_Etapa 2
.pdf
Download PDF • 1.20MB

Data 2023


Resumo

O Projeto COOPVID consiste num projeto de investigação levado a cabo por um grupo de investigadores do Centro de Estudos Organizacionais e Sociais do Politécnico do Porto/ISCAP, em parceria com a CONFECOOP e CIRIEC Portugal, e que visa estudar os impactos da pandemia na estratégia de intervenção das Cooperativas de Solidariedade Social (CSS). As CSS são entidades que, através da cooperação e entreajuda dos seus membros, visam, em obediência aos princípios cooperativos e sem fins lucrativos, a satisfação das respetivas necessidades sociais e a sua promoção e integração, nomeadamente no apoio a grupos vulneráveis e famílias e comunidades socialmente desfavorecidas ou em situação de carência económica. Tendo em conta a natureza social da atividade desenvolvida, torna-se especialmente importante compreender o impacto que a pandemia teve no funcionamento destas organizações e, sobretudo, na estratégia de intervenção prosseguida.

Desde o seu aparecimento e até meados de 2022, o novo vírus tem observado uma evolução diferente ao longo do tempo, quer em termos do número de novos contágios, número de internados, número de óbitos na sequência da Covid-19, ou alterações ao nível das restrições existentes e legislação em vigor. Esses diferentes momentos implicaram necessidades distintas para as organizações sociais, quer em termos de respostas de intervenção social, como em termos de estratégias de desenvolvimento prosseguidas.

Desse modo, após a realização das primeiras investigações no âmbito do projeto COOPVID, através de, numa primeira etapa de investigação, entrevistas aos responsáveis das organizações e de um primeiro inquérito por questionário, importaria completar o estudo, através de uma investigação que permitisse analisar os impactos da pandemia nas CSS numa fase já mais avançada da pandemia. Como tal, pretendia-se ter uma noção mais precisa dos impactos que esta teve sobre as estratégias de intervenção das CSS e sobre a sua capacitação para o futuro, através de um segundo inquérito por questionário. Este documento apresenta a análise de dados obtidos através do segundo inquérito por questionário.


Citação

Meira, D. et al. (2023).Estudo sobre os impactos da pandemia nas Cooperativas de Solidariedade Social - Projeto COOPVID: Fase 2- Etapa 1 (1ª ed.). CEOS Edições: Matosinhos

Relatório_Projeto COOPVID_Fase 2_Etapa 2
.pdf
Download PDF • 1.20MB

REFERENCES